*

Comemoramos o #DiaInternacionaldaDança com os melhores centros de dança inclusiva

bail1

Como todos os anos, hoje 29 de abril celebra-se o Dia Internacional da Dança em homenagem ao nascimento do coreógrafo francês Jean Georges Noverre, o pai do balé moderno. Nós decidimos celebrar este dia à nossa própria maneira, fazendo uma seleção dos melhores centros onde se pode praticar dança inclusiva. Vamos dançar!

Algumas associações espanholas estão certas de que poucas coisas são melhores para levantar o ânimo do que a dança. Este é o caso da Danza Mobile, Moments Art ou da Fundación Psico Ballet Maite-León. Estas entidades apostam na integração de corpos, mentes e idades como estilo de dança próprio.

Na Colômbia a Association ConCuerpos é uma organização sem fins lucrativos com sede em Bogotá. Entre as suas boas práticas têm bolsas de estudo destinadas a pessoas com deficiência, que cobrem 3 meses de formação em dança contemporânea inclusiva.

Mais a sul, na Argentina, o reconhecido dançarino Iñaki Urlezaga lidera a “Dança pela inclusão”. Uma iniciativa que compreende a arte como ferramenta de integração através de um corpo de dança formado por jovens de todas as regiões do país.

Finalmente, a Faculdade das Artes da Universidad do Chile preparou para quarta-feira 29 e quinta-feira 30 aulas abertas. Estas atividades são livres e estão abertas ao público em geral. Se quer saber que mais, clique AQUI.

Finalmente, a reflexão de hoje. Poucas coisas são tão simples e divertida como a dança. Por esta razão, nada melhor que saudar o verão a dançar, com um grande sorriso e um bom ritmo.

Gizmo

A ONU apoiará a RENADERD na sensibilização para a deficiência. República Dominicana

onu

A Organização das Nações Unidas (ONU), preocupada com a falta de implementação de políticas públicas a favor de pessoas com deficiência, vai ajudar a rede nacional para os direitos das pessoas com deficiência da República Dominicana (RENADERD) promovendo uma agenda de sensibilização no país.

A afirmação foi feita por Lino Rafael Delgado, presidente da RENADERD e da Associação Nacional para cegos; Cristina Francisco, Presidente do opcional do círculo de mulheres com deficiência (CIMUDIS) e Tomás Guzmán, presidente da Associação Nacional de surdos.

As três entidades representaram o país na décima terceira Assembleia do Comité dos Direitos Humanos das Pessoas com Deficiência. A assembleia teve lugar em Ginebra de 24 de março a 17 de abril de 2015.

Novo mapa interativo de sites acessíveis a pessoas com deficiência em Montevideo. México

mapa

A administração de Montevideo lança um mapa web com espaços acessíveis a pessoas com deficiência, cerca de 100 espaços públicos.  Com este mapa poderá localizar áreas acessíveis da cidade e identificar rotas de ruas e calçadas, espaços públicos ou edifícios.

Mas, esta ferramenta web não serve apenas como uma ferramenta de consulta para pessoas com deficiência e as suas famílias. É também um espaço interactivo de diálogo e de participação, uma vez que se alimenta das experiências de tod@s. Portanto, se é de Montevideo, se vive lá, ou simplesmente está apenas de passagem, convidamo-lo a usar o mapa e a melhorá-lo.

Celebra o dia do livro com este TOP 10 na diversidade

Nada melhor para celebrar o Dia Internacional do Livro do que uma seleção de histórias sobre a diversidade funcional. Todos os protagonistas destas histórias se destacam por alguma coisa (seja referente ao corpo ou à mente) e essa diferença torna-os especiais.

Posto isto, o romance do século XXI, ‘A Solidão dos Números Primos’ ganha as nossas boas-vindas semanais. A história narra a vida de duas pessoas que desenvolvem uma amizade um tanto ou quanto estranha que dá que pensar. Outras obras atuais que abordam esta questão são: ‘O curioso incidente do cão à meia-noite’ Mark Haddon; ‘ A Culpa é das Estrelas’ de John Green sobre o cancro e a adolescência e ‘Onde vamos, pai?’ de Jean-Louis Fournier.

Um pouco mais antigo (mas igualmente bom) é ‘As linhas tortas de Deus’ Torcuato Luca de Tena. Outro dos autores contemporâneos que não pode faltar no nosso post é Stephen King. Entre as suas obras destacamos ‘Dolores Claiborne’, ‘Misery’, ‘The Shinning’ ou ‘Carrie’.

Sin título-1

Mas livros sobre a deficiência não são coisa de agora, Deus tem escrito torto há várias centenas de anos. De Oscar Wilde de Cervantes, passando por Homero ou Edgar Allan Poe. Muitos foram os que adicionaram características especiais aos seus personagens para criar personagens únicos.

No campo da Banda Desenhada a gigante Marvel ganha a batalha. Muitos dos seus heróis têm várias outras capacidades. ganha a batalha. Muitos dos seus heróis têm várias outras capacidades destintas de todas as outras. Alguns exemplos incluem o Demolidor, o Professor Xavier, o Ciborgue ou Olho do Falcão. Uma banda desenhada de Miguel Gallardo é “Mary e eu”. A revista narra as férias do autor com a sua filha, Maria, uma menina com autismo.

superheroes

Em relação ao romance infantil, selecionamos ‘A Bela e o Monstro’, ‘Heidi’, ‘Branca de neve’ ou ‘A Pequena Sereia’. Além disso, um artista espanhol com deficiência, Raúl Aguirre, traz-nos obras como ‘A cabeça do rinoceronte’ ou ‘A Menina Algodão’.

https://dg9aaz8jl1ktt.cloudfront.net/the_files/34275/std.jpg?1415286742

Finalmente, a nossa classificação final:

1. ‘Don Quixote’, do Miguel de Cervantes

2. ‘A menina Algodão’ de Raúl Aguirre

3. ‘O coração revelador’ de Edgar Allan Poe

4. ‘As linhas tortas de Deus’ de Torcuato Luca de Tena

5. ‘Carrie’ de Stephen King

6. ‘A Solidão dos Números Primos’ de Paolo Giordano

7. ‘O retrato de Dorian Gray’ de Oscar Wilde

8. ‘Daredevil’ de Frank Miller

9. ‘A Culpa é das Estrelas’ de John Green

10. ‘Branca de Neve’ dos irmãos Grimm

 

Ana_Avatar

 Ana

 

Ciclo de Conferências sobre Turismo Acessível. Portugal

turismo_acessivel

O Instituto Superior de Engenharia da Universidade do Algarve, através do Departamento de Engenharia Civil, está a organizar um Ciclo de Conferências sobre Turismo Acessível em parceria com a Região de Turismo do Algarve, a Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo, a Escola Superior de Saúde, a Escola Superior de Educação e Comunicação e as Ordens dos Engenheiros e dos Arquitetos.

O Turismo Acessível é um dos segmentos a desenvolver no quadro do Plano de Marketing Estratégico para o Turismo do Algarve 2015-2018 e constitui um significativo contributo para a competitividade e a sustentabilidade do negócio turístico e para a inclusão social.

A primeira sessão centra-se na temática da  Acessibilidade na Hotelaria e vai decorrer no dia 20 de abril de 2015, no  Auditório 1.5 do Complexo Pedagógico do Campus da Penha da Universidade do Algarve, em Faro, com início às 14h00, conforme informação em anexo.

A entrada é livre, mas sujeita a inscrição prévia através do e-mail isedec@ualg.pt ou do telefone 289 800 165.

TOP 5 em actividades de lazer nas universidades Ibero-americanas

actividades

A primavera vem e traz consigo o cheiro do verão. Calor, tempo livre, esplanadas, férias… Tudo isso já não nos parece tão distante. Por isso, nada melhor do que começar esta bela estação com atividades de lazer. No post desta semana selecionamos cinco propostas de actividades nas universidades Ibero-americanas.

Em Espanha, a Universidade de León (ULE) organiza diversas oficinas. Uma delas é o curso de improvisação livre interdisciplinar, que terá lugar nos dias 22 e 23 de junho de 2015. Se gosta de teatro e quer participar, as inscrições já estão abertas. Relacionado com o cinema e no Equador, a Universidade de Cuenca organiza o “Seminário de Cinema Digital e vídeo-arte”. Este curso está aberto ao público em geral (não apenas a estudantes).

Em relação ao exercício, a Universidade Rey Juan Carlos de Madrid oferece uma grande variedade de desportos, que vão desde o pádel ao pilates, passando pelo rugby. No campo dos desportos adaptados, selecionamos a Universidade Autónoma do México. Esta universidade tem equipa de atletismo, tanto em pista como em campo, basquete, natação ou Ténis. Também oferece aulas de xadrez de segunda a sexta-feira. Um desporto mais mental e menos físico, mas de igual forma competitivo.

Uma atividade interessante (para aqueles que gostam de escrever), é o concurso de redação organizado pela Asociación de Universidades Confiadas a la Compañía de Jesús en América Latina (AUSJAL) por ocasião do seu 30º aniversário. Neste concurso podem participar todos os alunos matriculados em universidades Ibero-americanas membros da AUSJAL.

Para aquell@s que gostam de investir o seu tempo em aprender mais, a Faculdade de comunicação e Humanidades da Universidade Finis Terrae do Chile oferece um curso interessante.  Sob o nome de “Apresentações criativas com o Prezi”, o curso tem como objetivo aprender as funções do programa e aprender a fazer apresentações de forma criativa e original.

Como informação de interesse, a Universidad Argentina de la Empresa (UADE) realizou um inquérito interessante aos cidadãos de Buenos Aires sobre tempo livre e lazer. Com a busca da satisfação pessoal como objectivo comum, as atividades de lazer variaram de acordo com a idade, sexo ou nível de ensino.

E finalmente, uma reflexão. Tudo o que fazemos afeta a nossa vida, a nossa mente e/ou o nosso corpo. Por esta razão, é bom incentivarmo-nos com actividades que proporcionem o crescimento pessoal.

Cursos para pessoas com deficiência na Universidad Nacional de Tucumán. Argentina

universidad_tucuman_discapacidad1

O Gabinete para a Deficiência e Inclusão Social (Prodis) da Universidad Nacional de Tucumán (UNT) do programa ampliaram a sua oferta de cursos de apoio e serviços para pessoas com deficiência.

O diretor da Prodis e membro do Comité Inter-Universitário sobre Deficiência e Direitos Humanos informou que este ano iriam alargar a oferta de cursos para pessoas com deficiência. Leitura e escrita em Braille, ábaco, Estenografia, informação, tecnologia, linguagem gestual e dança integrada, são alguns destes novos cursos que podem ser encontrados.

Além disso, anunciou que nos próximos dias a política de secretariado da Universidade vai lançar um programa de acessibilidade académica para a formação de professores e não professores de todas as universidades. Este programa será conduzido por iniciativa do Comité Inter-Universitário sobre deficiência e direitos humanos e pelo Conselho de Interuniversity nacional (CIN), e terá um orçamento específico para o seu desenvolvimento.

Por outro lado, Sidetec e a Universidade San Pablo-T convidam a participar da mesa do painel: “Ciência e género, as mulheres em espaços não-convencionais”, na terça-feira às 17, no auditório da Praça de San Pablo Universidade T, quartel-general San Martín 435. A entrada é gratuita.

Curso básico de linguagem gestual mexicana

curso_signos

A Faculdade de Línguas e o Programa de Universidade para a Inclusão e a Integração das Pessoas com Deficiência convida a comunidade universitária e o público em geral para participar no curso “Linguagem do Sinais Mexicana Basic”, ministrado por Mateo Nicolás Mendoza.

O curso realiza-se dia 9 de fevereiro a 25 de maio de 2015 na Unidade Académica de Ciências Humanas, de segunda a sexta-feira na Faculdade de Cubículo de Estudante de Línguas.

O curso não tem qualquer custo para o pessoal da Universidad Veracruzana (pessoal docente e não docente e estudantes). No entanto, para o público em geral o custo será dec $1510,00.

As inscrições terão lugar na sede do Departamento de Línguas Estrangeiras (DELEX). Datas de inscrição para estudantes e trabalhadores da Universidade de Veracruz será em 5 e 6 de fevereiro e o público em geral de 6 a 9 de fevereiro.

Além disso, de estudantes so Universidad Veracruzana, podem fazer o curso  livremente, com um valor de 6 créditos.

Quem quiser saber mais sobre como se inscrever, deve contatar DELEX telefone: 8 42 17 00 ext. 15154, às 08:00 a 15:00 e 16:00 para 20:00 horas.

Por outro lado, quem quer obter informações sobre o curso e o seu conteúdo, pode contactar  os escritórios do programa universitário para a inclusão e a integração de pessoas com telefone de deficiência: 8 43 44 67 de 09:00 a 02:00, ou escrevendo para este e-mail: incluyente0709@gmail.com.

Já pode registar-se na #CursosEmpleartec. Argentina

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Boa notícia para os entusiastas pelas tecnologias, já estão abertas as inscrições para os cursos gratuitos Empleartec, a nova iniciativa das universidades argentinas.

Com a natureza livre e cara a cara, este projeto visa promover o emprego nas áreas de software e tecnologia a nível nacional e destina-se a tod@s aqueles que desejam trabalhar no mundo da informática.

Cada curso terá uma duração de 80 horas distribuídas por mais de 20 aulas de quatro horas cada. Aqueles que desejam aceder à lista completa dos cursos podem fazê-lo AQUI.

Algumas das entidades colaboradoras são: o Ministério do trabalho, Emprego e Segurança social; a Câmara de Software e Computador Serviços a Empresas (CESSI); Universidad de Buenos Aires; Universidad FASTA; Universidad Abierta Interamericana; Universidad Tecnológica Nacional; Universidad Nacional de General San Martín; Universidad Nacional de La Matanza; Universidad Nacional de Entre Ríos; Universidad del Norte Santo Tomás de Aquino; Universidad Provincial de Ezeiza; Universidad Nacional de Lomas de Zamora e outras empresas do sector.

Se pretende inscrever-se e tem mais de 18 anos, pode fazê-lo aqui. Para aqueles que querem aprender mais sobre o programa, pode consultar este site, escreva para becas@cessi.org.ar ou ligue: 0810 – 345-0601.

Finalmente, uma reflexão sobre o tema: com feriados de Páscoa quase nos saltos, nada melhor do que começá-los a ler uma boa história. Parabéns a todas as universidades colaboradoras!
Ana_Avatar

 Ana

Estágios profissionais aterram na Costa Rica

buenaspracticas_costarica

Tem uma deficiência? É estudante universitário? À procura de estágios profissionais de qualidade? Um novo programa responde a todas estas perguntas (e mais).

Moradores da cidade da Costa Rica de Palmares de Alajuela têm um programa que visa trazer oportunidades de emprego para alunos com deficiência. “Empleate” é o nome deste novo sistema inclusivo, promovido pelo Ministério do Trabalho e Segurança Social, o município de Palmares.

Esta iniciativa pretende trazer a inclusão do trabalho para aqueles que têm mais dificuldades para conseguir emprego. Para dar início ao processo, o colégio deverá emitir um relatório sobre o estudante onde deve estar determinada a sua área profissional.

Além disso, os alunos recebem um subsídio para cobrir despesas de ambos na Universidade, como o pessoal (transporte, alimento, materiais, medicamentos…). Apesar do programa ter um espírito muito nobre (iniciado em janeiro de 2015), em apenas dois meses apenas foram integradas duas pessoas com deficiência.

O responsável por selecionar estagiários (de acordo com o estatuto económico) é o Ministério do trabalho. Desta forma são priorizados os casos qualificados de extrema pobreza pelo Instituto de Assistência Social (IMAS).

Para terminar uma pequena reflexão sobre o assunto. Cada dia mais países latino-americanos se juntam a favor da inclusão do trabalho de jovens com deficiência. Uma iniciativa insignificante para alguns, mas essencial para muitos outr@s.

 

Ana_Avatar

 Ana