*

Divisão de saúde e Deficiência 

A Universidad Nacional de Quilmes acompanha o projeto do Estado Nacional da reconstrução do sistema educacional e científico tecnológico argentino, tentando assim reverter a deterioração causada pelas políticas neoliberais da década de 1990.

Em consonância com as políticas educacionais, a Universidad Nacional de Quilmes desenvolveu várias atividades para a igualdade de oportunidades para a integração das pessoas com deficiência e é um membro da incapacidade da Comissão Inter-universitário e Direitos Humanos do Ministério da educação da Nação. Assim, foi criada em 2009 a Comissão para a Deficiência UNQ; em 2014 foi criada uma área específica de Saúde e a Deficiência. As mesmas junto a RedBien que é o orgão responsável perante o Conselho Interuniversitário nacional e o CIDDH estão trabalhar articuladamente com a SPU, do Ministério da educação, implementando ações diferentes, incluindo o programa abrangente de acessibilidade (arquitectónica, comunicação e académico).

Consultar