*

Notícias @pt

Universidad Nacional de Salta aposta na inclusão de alunos com deficiência. Argentina

universidad, discapacidad, argentina, UNSA
O Comitê para a integração das pessoas com deficiência (CIPED) da Universidad Nacional de Salta (UNSA)

trabalha há vários anos em iniciativas inclusivas para garantir que esta instituição é acessível a tod@s.

A Comissão conta vários representantes de diferentes áreas de académicos e administrativas. “Formamos uma comissão Interuniversitária de deficiência e direitos humanos,” explicou a coordenadora María Cecilia Gramajo. “Abordamos a temática da deficiência na ótica dos direitos humanos. O acesso à educação é um direito inalienável”.

As tarefas que o CIPED aborda procuram trazer igualdade de oportunidades de acesso à Universidade sob três linhas fundamentais de trabalho: a acessibilidade ao espaço físico, a dimensão comunicacional e a académica. Além disso, promovem a inclusão das pessoas com deficiência na vida universitária. Sejam estudantes, professores, pessoal de apoio à Universidade ou licenciados.

Mas suas atividades não se ficam por ali. Também procuram estabelecer ligações com outras instituições para desenvolver ações conjuntas ou recomendar o desenvolvimento de projetos universitários de ensino e investigação sobre deficiência. Algumas das suas iniciativas estão ligadas ao transporte urbano, convénios com instituições médicas ou assistência médica, entre outros.

Sucessos alcançados

Na Universidad Nacional de Salta já se concretizaram projetos com vista a eliminar barreiras arquitetónicas através da instalação de elevadores, passagens ou rampas de acesso. Também foram criadas casas de banho adaptadas para pessoas com deficiência e foi criado um estacionamento exclusivo.

“Temos reforçado o conceito de Universidade inclusiva, de forma a estar acessível a todas as pessoas com deficiência que queiram entrar, independentemente do tipo de deficiência que possuam,” confessou Eudora Ignes, membro da Comissão. “Temos trabalhado em conjunto com a Secretaria Académica para formar tutores, para estarem presentes na comissão da admissão de alunos, para que saibam que podem ter livros digitalizado ou que podem estar acompanhados caso tenham dificuldades em aceder ao professor”.  O objectivo de todas estas medidas é aumentar o número de alunos com deficiência na Universidade.

Se pretende obter mais informações, por favor clique AQUI.

Universidad Autónoma de Tamaulipas aposta na inclusão de alunos com deficiência. México

universidad de tamaulipas

A Universidad Autónoma de Tamaulipas (UAT ) é uma instituição inclusiva e de portas abertas que recebe e apoia os alunos com deficiência, através de bolsas de estudo e recursos tecnológicos para que os alunos se prepararem e concluam com êxito a sua formação.

Atualmente, o centro apoia mais de 60 alunos beneficiados com bolsas que cobrem as despesas totais dos seus estudos. Além disso, o centro organiza todos os semestres uma reunião para que conheçam os regulamentos, benefícios e etapas que podem ser feitas através do CODIS-UAT. Outra das atividades desta área é difundir a total abertura da Universidade para receber e apoiar os jovens com deficiência.

Um dos objetivos da universidade é que o processo de ensino aprendizagem dos alunos com deficiência, seja igual ao dos restantes alunos. Para fazer isso, eles têm um sério apoio tecnológico. “Existem calculadoras com voz e gravadoras. Trata-se de aproximar a tecnologia e infraestruturas necessárias para o desenvolvimento”, disse Martha Ruth Reyes da Coordenação de Atenção a Pessoas com Deficiência (CODIS-UAT).

Além disso, o centro estabeleceu convénios com o Ministério do Trabalho e Previdência Social (STPyS) para reforçar a inclusão do trabalho. Isto facilita que os alunos com deficiência do centro tenham um maior acesso ao emprego, de acordo com o seu perfil profissional

A Universidad Autónoma de Tamaulipas oferece recursos para alunos com deficiência. México

uat_discapaciad

A Universidad Autónoma de Tamaulipas (UAT) deu mais de 60 materiais acessíveis a alunos com deficiência.

Alguns dos produtos de apoio que foram entregues no evento foram calculadoras falantes, gravadores e outros recursos com a tecnologia e infra-estrutura necessária para o desenvolvimento académico dos alunos com deficiência.

O encontro teve lugar nas instalações da Unidad Académica de Trabajo Social y Ciencias para el Desarrollo Humano (UATSCDH) e alguns dos participantes foram a diretora de Valores UAT, Irmã Esperanza Ibarra Flores; o diretor do centro de Tecnologia Educacional do Ministério da educação em Tamaulipas (SET), Juan Carlos Vázquez González e o responsável pela coordenação de cuidados para as pessoas com deficiência (CODIS-UAT) Martha Ruth Reyes Walle, entre outros.

PUCMM oferece comodidades para alunos com deficiência. República Dominicana

PUCMM_discapacidad
A Pontificia Universidad Católica Madre y Maestra, através da Direção jurídica; o Escritório de Avaliação de Planeamento e de Qualidade; a representação de estudantes e a Direção-geral de Segurança, Saúde e Meio Ambiente, promovem o acesso à informação e o ambiente físico para que os alunos com deficiência possam viver uma vida académica com a mesma igualdade de oportunidades.

A Universidade trabalha para adaptar os espaços da Universidade de acordo com as necessidades dos utilizadores. Além disso, a Pontificia Universidad Católica Madre y Maestra coloca à disposição dos alunos com deficiência diferentes oportunidades e programas de estágio para entrarem no mundo do trabalho.

Uma fábrica de sonhos

O sonho de José Antonio Rodríguez era estudar engenharia de sistemas, mas uma lesão na medula espinhal impediu-o temporariamente de iniciar os seus estudos universitários. Jovem do 23 anos de idade, foi à procura de uma instituição com uma infraestrutura acessível e que tivesse um programa académico inovador e abrangente.

Este ano, José tem beneficiado de uma bolsa de estudos na PUCMM. Este não é um caso único. Valerie Bobadilla, uma graduada em psicologia, também com deficiência, realizou o seu primeiro estágio numa empresa multinacional de gestão de energia e conseguiu ficar efetiva. A jovem disse que escolheu essa Universidade porque “fornece as técnicas e meios educacionais para que pessoas como eu possam desenvolver as suas capacidades”.

UAT promove programas para alunos com deficiência. México

universidad-mexico-tamaulipas

A Universidad Autónoma de Tamaulipas tem uma Coordenação de Atenção a Pessoas com Deficiência chamada CODIS-UAT. Esta iniciativa promove a acessibilidade na infraestrutura física, em tecnologias de informação e comunicação.

CODIS-UAT depende da Direção dos Valores da Secretaria de Extensão e Conexão e tem como um  dos seus objetivos a promoção da inclusão de pessoas com deficiência e fomentar esta cultura entre todos os membros da comunidade universitária.

A coordenadora Martha Ruth Reyes Walle destacou que, no âmbito das políticas do Reitor Enrique Etienne, a CODIS promove serviços tais como a gestão de bolsas de estudo para estudantes; orientação profissional que permitem garantir a  sua permanência no centro; formações a sensibilização inclusão e equidade; fóruns e conferências sobre a deficiência; orientação para as adaptações curriculares e tecnologia adaptada para melhorar o processo de aprendizagem, entre outros serviços.

Também observou que a Universidad Autónoma de Tamaulipas existem 60 alunos com diferentes deficiências que recebem vários suportes.

XI CIIEE: Congresso Ibero-americano sobre computadores na educação especial. México

foto_noticias_uruguayA Congresso Ibero-americano de Informática Educação Especial (CIIEE) já tem uma data para a sua próxima edição. Dia 14,15 e 16 pode 2015 foram escolhido para realizar a décima primeira edição deste evento.

CIIEE nasce a fim de maximizar recursos pessoais e tecnológicos das pessoas com deficiência e, assim, evitar a exclusão educacional, social e de trabalho. O Congresso será realizado na Aula Magna da Universidad Católica del Uruguay Montevideo.

Os principais temas irão girar em torno das TIC e novos modelos de intermediação com estas; sua inclusão na metodologia de aprendizagem e educação especial. Além disso, um ponto forte consistirá no desenvolvimento de software educacional; criar ambientes virtuais de aprendizagem e estabelecer objetos de aprendizagem acessível, entre outros. O programa completo será publicado neste site em 30 de janeiro de 2015

Para aquell@s que são interesad@s em registrar, pode fazê-lo AQUI. Além disso, se você quiser mais informações sobre o tema, você pode escrever para o seguinte endereço electrónico: fundacion@capacidad.es

Finaliza a 63ª Assembleia do Conselho Federal sobre a Deficiência. Argentina

mar-del-plata-asamblea-discapacidad

O Conselho Federal sobre deficiência terminou ontem, sexta-feira, 19 de dezembro. O evento foi realizado no Grand Hotel da cidade de Mar del Plata e contou com representantes do governo e organizações da sociedade civil, nomeados pelas províncias.

Durante a reunião foram abordados temas de política pública e outros ligados à temática específica em causa. Desta forma, e com o objetivo de promover a participação dos jovens, realizou-se houve também o Parlamento da juventude e o Conselho Federal de Deficiência de Juventude.

O Presidente da Comissão Consultiva Nacional para a Integração das Pessoas com Deficiência (CONADIS) enfatizou a colocação de organismos nacionais como a Secretaria de Assuntos municipais e a assinatura do acordo com as Aerolíneas Argentinas. Além disso, no âmbito internacional, ressaltou a escolha da Argentina para presidir o Comité sobre a eliminação de todas as formas de discriminação contra pessoas com deficiência (CEDDIS) da OEA.

Além disso, também foi alvo de destaque a aprovação do Plano de trabalho para 2015-2016 da Comissão Permanente sobre a deficiência do Mercosul, que incidirá sobre a capacidade jurídica e o acesso à justiça e observou que, desde a montagem anterior, o coordenador do Comitê de programas para pessoas com deficiência tratou de 570 projetos a favor da inclusão das pessoas com deficiência.

Os Jovens com deficiência de todo o país formularam propostas sobre a maior geração de conteúdos acessíveis para a televisão digital, novas tecnologias e educação inclusiva. A próxima Assembleia CONADIS será realizada a 11, 12 e 13 de março de 2015 na cidade de Buenos Aires.

A Universidad del Norte de Colômbia pretende ser a primeira “acessível” em toda a Ibero-américa

universidad-del-norte-discapacidadSegundo o censo de 2005, existem 2.632.255 pessoas diagnosticadas com algum tipo de deficiência na Colômbia. Este dado relevante levou a que diferentes organizações se comecem a questionar como está o nível de vida desta população e surgiram muitas instituições públicas e privadas que mostraram interesse na implementação das políticas de inclusão.

Uma delas foi a Universidad del Norte de Colombia, que está fortemente empenhada em tornar-se o primeiro centro de estudos de toda a Ibero-américa nos requisitos de acessibilidade para pessoas com deficiência.

Para conseguir tal feito, foi assinado um acordo com a Fundación ONCE de Espanha para avançar nesse sentido, uma vez que esta organização é reconhecida internacionalmente nesta área. De acordo com o diretor da Universidade de extensão do Uninorte, Paola Alcazar, trabalho, acessibilidade e equidade são questões que preocupam cada vez mais a Colômbia.

Globalmente, as universidades reconhecidas por terem programas e unidades específicas para pessoas com deficiência são Harvard, Stanford, Berkeley, Cambridge e Massachusetts.

Deficiência na Colômbia

Além disso, o estudo “De inclusão de coexistência” da Universidad del Rosario salienta que a presença de pessoas com deficiência no ensino superior é essencial para garantir a ‘universalidade’ das universidades.

Felizmente, a pesquisa sugeriu que Colômbia está a fazer progressos na questão: através do Ministério da educação e da rede colombiana de universidades pela deficiência têm sido estimuladas pesquisas, promover a cooperação e levantando as instituições.

V Gala da Inclusão distingue as boas práticas inclusivas de pessoas e instituições

universidad_portugal_discapacidad

O Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) e a Câmara Municipal de Leiria vão distinguir, na quinta edição da Gala da Inclusão, instituições e pessoas que se distinguem por serem casos de sucesso da aplicação de boas práticas na inclusão de pessoas com deficiência. Este evento, que é já uma referência a nível nacional no que respeita à inclusão e acessibilidade, decorre no sábado, dia 6 de dezembro, às 21h30, no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria.

Nesta iniciativa, que celebra o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, comemorado a 3 de dezembro, será igualmente formalizada a oferta dos brinquedos recolhidos e adaptados para crianças com necessidades especiais no âmbito da campanha “Mil brinquedos, mil sorrisos”, às equipas locais de Intervenção Precoce do Alentejo e Algarve.

A V Gala da Inclusão premeia as boas práticas inclusivas nas áreas de “Media”, “Investigação aplicada”, “Cultura, desporto e lazer”, “Boas práticas de inclusão no mundo do trabalho”, “Acessibilidades” e “Mérito regional”. Nesta festa, a delegação de Leiria da ACAPO será galardoada com uma distinção honrosa, e o Porto Canal estará em palco para receber o prémio de “Media” com a reportagem “A vida além da deficiência”.

O júri desta iniciativa é composto por Rui Carreteiro, em representação dos pais das crianças com necessidades especiais, Adalberto Fernandes, do Instituto Nacional para a Reabilitação, e Jorge Fernandes, da Fundação para a Ciência e a Tecnologia. A jornalista da RTP, Sandra Torres, e o humorista Pedro Ribeiro foram os apresentadores da Gala, que conta com o Alto Patrocínio da Primeira Dama, Maria Cavaco Silva.

Online Shopping in BangladeshCheap Hotels in Bangladesh